quinta-feira, 3 de julho de 2008

Espaço Discussão (?)

O que acham das condições que as escolas de Cª de Ansiães oferecem aos Estudantes Imigrantes?

7 comentários:

Anónimo disse...

Iguais às dos estudantes naturais de Portugal, penso eu...

Anónimo disse...

Melhoradas (isso sim)

PILOTO disse...

Pelo que me chegou ao conhecimento ñ é bem assim, o utilisar de impostos pagos pelos portugueses deviam de servir para pagar os estudos de portugueses e ñ o contrario, caso qual me chegou ao conhecimento e vergonhosamente esta em pratica até no nosso concelho o caso de fundos para certos indevidos estudarem no concelho desde casa paga para ñ falar na propria bolsa e o demais alimentação e etc(probavelmente até lhe pagam tudo[????]), mas uma irmã minha dirigiu-se a camara para se candidatar a blosa de estudo e mandaram-a dar uma curva porquê? mas para esses indevidos que estam na "profissional" ha tudo para os da terra ñ ha para os de fora ja ha, eu tambem se tive-se essas ajudas podia estar muito melhor que hoje estou,como os meu pais ñ tinham possibilidades de ter tantos a estudar tive que sair para ir trabalhar e por fim emigrar, quer dizer eu como a minha irmã e muitos deste concelho(Carrazeda de Ansiães)ñ tiveram o que estas personagens estrangeiras estam até, e eu pergunto é assim que querem desenvolver e formar as nossas gentes?se ha para os de fora bem melhor podia haver para os da "casa", deixem-se de hipocrisia e ajudem que precisa no concelho. (esta mensagem pode ser entregue ao sr presidente de camara)

Nacionalista's disse...

Piloto: NEM MAIS!

Anónimo disse...

Concordo com o Piloto... Primeiro nós depois os outros. Ando eu a trabalhar para sustentar malandros. Chagam a Portugal e veen-se cheios de direitos e nem querem trabalhar, falta é cumprir com os deveres tambem. Nem a autoridade respeitam, esquecem-se que em Portuga há leis a cumprir e não como lá nas ilhotas e terriolas que são uma pura anarquia como na Somália.

Tudo isto me revolta, se ao memos se comportassem como pessoas normais e agradecessem o bem que lhe estão a fazer e a dar... mas nem isso

Anónimo disse...

Há dois milhões de pobres em Portugal
Um quinto dos portugueses vive com menos de 360 euros por mês. E 32% da população activa entre os 16 e os 34 anos seria pobre se dependesse só do seu trabalho.

Sofia Lobato Dias

Os números são alarmantes. Um terço da população activa (entre os 16 e os 64 anos) seria pobre se dependesse apenas dos rendimentos do trabalho, de capital e de transferências privadas.

De acordo com as estatísticas ontem publicadas pelo INE, sem as pensões de reforma e as transferências sociais do Estado, mais de quatro milhões de portugueses estariam em risco de pobreza. “É a própria concepção do Estado social que fomenta esta dependência das pessoas face ao Estado”, aponta o economista João César das Neves. “As pessoas pagam ao Estado para terem acesso a pensões de reforma e depois esperam, obviamente, receber”, acrescenta.

O professor da Universidade Católica aponta que esta tendência nasceu com o fim da ditadura em Portugal e a criação da Segurança Social moderna. “Antes, Portugal tinha das mais altas taxas de poupança do mundo porque as pessoas não contavam com o dinheiro do Estado”, conclui o economista.

Mesmo assim, e apesar das pensões de reforma e de sobrevivência e das transferências sociais do Estado português, há dois milhões de portugueses no limiar da pobreza, ou seja, com um rendimento de cerca de 360 euros mensais ou 4.321 euros anuais. O estudo do INE e refere-se ao ano de 2005, apesar de esta ser uma tendência que se mantém há mais de dez anos, mais precisamente desde 1996, de acordo com João César das Neves.

O fosso entre pobres e ricos em Portugal é, além disso, o maior no conjunto dos países da União Europeia. O rendimento dos dois milhões de portugueses mais ricos do país é quase sete vezes maior do que o rendimento dos dois milhões de pessoas mais pobres.


Mas mesmo assim á sempre dinheiro para os os outros e para nós Portugueses nada. Sendo nós a descontar os impostos psra isso. Esses imigrantesitos estudantes diviam era ter vergonha na cara só de saber que nos tiram o pouco que temos... mas como eles são uns Anim.. zitos nem capacidade tem para perceber isso e aceitar.

PILOTO disse...

ja me estava a esquecer quando eu estudava tive a brilhante ideia que o hidrogeneo ia ser a energia de futuro,mas ficou-se pela ideia, porque deixei de estudar por falta de apoios finançeiros que os meus vlhos ñ poderam suportar, imaginamos se eu tive-se esses apoios que esses animalescos tem hoje, ñ tinha emigrado, até podia a vir ser um engenheiro, e eu tinha razão o hidrogeneo é a solução ao petroleo, tempos aureos de estudos em fisico-quimica.